Dia 23 de março, sábado, das 9h30 às 18h na clínica Despertar do Ser – Rua Raja Gabaglia, 387, Jardim Quebec.
Estamos caminhando para o Outono, estação que convida a direcionar nossa energia para a introspecção, para a percepção de tudo que não faz mais sentido e precisa ser liberado, abandonado. Um convite ao desapego com a inspiração das árvores soltando suas folhas secas nessa época. Nesse encontro vamos vivenciar o arquétipo da Feiticeira, a energia da Lua Minguante, do período pós-ovulatório do ciclo menstrual e da fase da menopausa. Vamos sentir e compreender o arquétipo da Feiticeira através de vivências individuais e de grupo, trabalhos corporais, investigações teóricas e práticas, dança, música e ritual. Podem participar mulheres a partir da primeira menstruação, sem limite de idade. Compartilhe com as mulheres da sua vida.
 
Pelo fortalecimento da irmandade feminina e cura de todas as nossas relações.
…(auto)conhecimento . rituais . dança . resgate de saberes ancestrais . nosso corpo feminino ~ ciclos, ritmos e mistérios . reconexão com os sentimentos para fortalecer a intuição . sororidade . autocuidado, cuidado com nossas relações e nosso meio . (auto)confiança . cura . espiritualidade feminina . os 4 elementos . os 7 principais chakras + cristais e pedras que os harmonizam . relação entre as naturezas interna e externa, micro e macro . Ginecologia Natural . ciclo menstrual . Oráculo da Deusa (ativando os arquétipos femininos em nós) . sexualidade feminina . fases da lua e sua relação com nosso ciclo mensal . fertilidade . gestação e parto (de filhos, projetos, sonhos) . maternidade. menopausa . o ciclo natural de vida, morte e renascimento . empoderamento . ser mulher . ser você . Ser…
Seja bem-vinda!
O que são Círculos de Mulheres?
São encontros entre mulheres de idades, trajetórias e sabedorias diversas. Toda e qualquer mulher que já teve sua primeira menstruação pode participar. Sem limite de idade. Aprendemos muito umas com as outras. As trocas entre mulheres de gerações diferentes são muito férteis e curativas. Nos espelhamos umas nas outras, nos reconhecemos em cada história, nos fortalecemos em cada fala, gesto e silêncio; nos lembramos de quem somos e de nossas infinitas possibilidades de estar no mundo como mulher quando nos sentamos em círculo num ambiente de confiança, igualdade, cuidado e amor.
Círculos de Mulheres são veículo de autoconhecimento profundo, transformação psicoespiritual, social e cultural. O movimento mundial dos Círculos de Mulheres vem crescendo rapidamente com grande impacto e potencial transformador sobre a cultura nos conduzindo a uma era pós-patriarcal.
Círculos de Mulheres são ambientes seguros para resgatar a confiança e o sentimento de irmandade entre nós criando um campo propício para o autoconhecimento profundo. Com confiança, abertura e entrega muita cura e transformações profundas podem acontecer.
Assuntos do Círculo:
. Círculos de Mulheres – Por quê? Para quê? Para quem?;
. Os diferentes Níveis de Realidade;
. O Sagrado Feminino – resgatando o que foi esquecido;
. Ginecologia Natural – autoconhecimento e autocura através do (re)conhecimento de sua natureza cíclica (fases mensais, fases de vida e os ciclos da natureza). Conexão com as propriedades curativas das plantas;
. Os 7 principais chakras (centros de energia do corpo). Cristais e pedras que harmonizam cada chakra;
. Rituais, danças ~ o corpo, o movimento, os momentos e fases de vida ~ o resgate da espiritualidade feminina;
. Contexto Histórico: Matriarcado, Patriarcado e… o que virá é o que estamos criando agora! – o Pós-Patriarcado;
. Bases para o Diálogo dentro e fora do Círculo;
. As fases da Lua, o Ciclo Menstrual, a Gestação e a Menopausa como fontes de empoderamento e criatividade na sua vida. *Mulheres que precisaram retirar o útero ou que usam contraceptivos hormonais também se beneficiam desse conhecimento;
. Tarot e Oráculos ~ reconhecendo e mobilizando a força dos arquétipos e símbolos em nós;
. Abertura para o que emergir do grupo e de cada participante… sempre;
. Surpresas!
 
Se você se sentiu chamada, seja bem-vinda!
Fique à vontade para compartilhar com as mulheres de sua vida.
“Grupos conduzidos por e para mulheres são nosso refúgio psíquico; nosso local para descobrirmos quem somos ou o que podemos nos tornar como seres integrais e independentes. Em algum momento em nossas vidas cada uma de nós precisa de um território livre. Um pequeno território psíquico. Você tem um?” (Gloria Steinem, Outrageous Acts and Everyday Rebellions)
“Mulheres de todas as idades têm formado círculos com os mais variados propósitos – clubes de leitura, grupos de apoio, aconselhamento profissional, transição da meia idade e muitos outros. Até agora não havia nada disponível no sentido de inspirar, instruir ou mesmo atrair a imaginação de milhares de mulheres engajadas num movimento que, num futuro próximo, será conhecido como a grande mudança social, cultural e psicoespiritual de nossa época.”
(Dra. Jean Shinoda Bolen – “O Milionésimo Círculo”)
A todas as mulheres, jovens, velhas e no meio do caminho, que se procuram, que buscam ser mãe-irmã-filha umas para as outras, que estão se dando conta de que são o refúgio umas para as outras… Por elas, por todos os corações peregrinos, que elas sempre possam se encontrar. ~ Sororidade ~
 
👉🏽Perguntas, mais informações e inscrições para o dia 23/03 (até 21/03, quinta-feira) pelo meu WhatsApp: (11) 97252-0111.
 
Valor: R$ 215.
 
💁🏻 Sou Paula Diniz, terapeuta holística, moon mother, coach e jornalista. Anfitrio Círculos de Mulheres em São Paulo, onde moro, e em Londrina, de onde vim. Como jornalista, mergulhei durante 15 anos por diferentes ângulos no comportamento humano. Como terapeuta e facilitadora de grupos me coloco a serviço do (auto)conhecimento e da (auto)transformação em grupos e atendimentos individuais. Facilito grupos de desenvolvimento humano há sete anos, com experiências no Brasil e na África. Mais sobre mim: http://www.onzecultura.com.br/quem-somos/
 
⭕ Sobre esse Círculo, Flor de Lilith:
A flor é a mais bela fase da planta. Sua arte. Lilith é o arquétipo do poder, da liberdade, autonomia, independência e sexualidade feminina a serviço do seu propósito de vida, integridade, autenticidade e prazer.
 
Na foto, de minha autoria, Cia Mulheres em Movimento (São Paulo). 
 
www.onzecultura.com.br
 
Bem-vindas!

Siga-nos no Facebook!